Bem-vindo à FPF Sistemas!
O Workshop Gestão de Stocks foi um sucesso
Veja como foi

GESTÃO DE STOCKS


Por outro lado a introdução das novas orientações estratégicas à gestão empresarial conduziram à segmentação da intervenção das empresas no ciclo total de obtenção dos produtos, originando um aumento das aquisições de produtos semi-acabados e serviços, de modo a permitir a concentração dos activos das empresas no núcleo duro do negócio, a fim de ganhar competitividade.

Videos


Introdução:

- Necessidades para uma gestão eficaz; Referências, Famílias; Estrutura Base Dados; Organização Produtos

Criação Encomendas:

- Quantidades; Consumos; Actualizações; Fornecedores; Nºs Série e Garantias; Definições de preços e lucros; Fichas de Clientes; Documentos de Venda e Compra; Movimento de artigos

Gestão por Loja/Armazém:

- Cores e Tamanhos; Etiquetas; Guias Transporte; Gestão Lotes; Movimento de Lotes; Prazo de Produtos;

Gerir Promoções:

- Criação de kits Promocionais

Referências Alternativas:

- Marcas brancas; Quantidade de Etiquetas; Análise de Stocks; Inventários; Ranking de Produtos;

Como gerir as existências


Gerir os stocks - ou as existências - é uma questão que é frequentemente negligenciada nas empresas industriais e mesmo comerciais. No entanto, esta é uma questão fundamental já que uma boa gestão de stocks pode fazer a diferença entre a viabilidade da empresa e sérias dificuldades financeiras. Não é por acaso que os japoneses se debruçaram com extrema atenção sobre este problema e inventaram sistemas tão conhecidos como o Just-In-Time (JIT) ou o Kanban, entre outros. Mesmo uma pequena empresa tem que gerir um número elevado de stocks.

POR QUE EXISTEM STOCKS NA EMPRESA?


São diversas as razões que estão na base da existência de stocks. Passamos a enumerar aquelas que nos parecem mais importantes.

CUSTOS ASSOCIADOS AO STOCK


Os stocks suportam, para além do custo de ruptura, duas espécies de custo: custo de passagem encomendas para a constituição e reabastecimento e que vai somar-se ao preço de compra artigos e custo de posse inerente à sua existência e que vai agravar os preços de saída de armazém.

GESTÃO FÍSICA DE STOCKS


A gestão física de stocks preocupa-se, por um lado, com a organização do espaço físico ocupado em armazém e por outro com a conservação e movimentações necessárias desde a recepção dos materiais, até à sua entrega aos utilizadores internos ou clientes externos.

GESTÃO ADMINISTRATIVA DE STOCKS


Em termos de gestão dos stocks, o inventário permanente permite informar as quantidades e os preços unitários, bem como o valor dos consumos anuais, parâmetros de base para definir o período económico de encomenda. Por outro lado, os preços unitários informados servem de referência aos compradores permitindo determinar os preços de facturação dos artigos cedidos a outros serviços da empresa ou vendidos ao exterior.

GESTÃO ECONÓMICA DOS STOCKS


O problema da gestão económica dos stocks não se centra na aplicação de métodos de gestão, mas na selecção do melhor método para cada artigo, conforme a sua identidade, as suas características de consumo, de preço e de prazo, e os custos associados à armazenagem, reabastecimento e ruptura.

MÉTODOS DE CÁLCULO DAS NECESSIDADES DE STOCKS


É impossível prever o consumo ou a necessidade de um dado artigo com uma precisão perfeita. Isto significa que variações devidas a erros de previsão ou a acontecimentos excepcionais introduzem factores suplementares que afectam a planificação. Para antecipar flutuações que não se podem prever, é usual introduzir stocks nos sistemas que permitem compensar todas as variações, dentro das previsões efectuadas.

MÉTODO DA RECTA DE TENDÊNCIA


Este método insere-se nos métodos de previsão.

MÉTODO DO PONTO DE ENCOMENDA


O método de Ponto de Encomenda consiste em encomendar uma quantidade fixa, chamada Quantidade Económica, assim que o stock atinge o nível de reaprovisionamento chamado Ponto de Encomenda.

MÉTODO DO PLANO DE APROVISIONAMENTO


Este método consiste em encomendar quantidades variáveis em intervalos fixos.

DETERMINAÇÃO DO STOCK DE SEGURANÇA


BASEADO NA LEI DE GAUSS OU LEI NORMAL

DESCONTOS DE QUANTIDADE


Muitas vezes o gestor depara-se com ofertas de descontos nos preços dos bens a adquirir em função das quantidades compradas.

ARMAZENAGEM


Por que armazenar?

Subscreva a nossa NEWSLETTER!


Contactos

Estamos a sua disposição para lhe dar todo o apoio necessário, ou apenas para lhe dizer Olá!

  • Urbanização Lagoa Sol Lote 2, 8400-415 Lagoa
  • 282353994
  • 282341739
  • geral@fpfsistemas.com